Aumentar o número de empresas cotadas na Bolsa de Valores




Etiqueta: Em progresso


No seu plano quinquenal 2015 - 2019, o governo de Filipe Nyusi propõe-se a promover o crescimento sólido e estável do mercado de bolsa de valores, aumentando o número de cumulativos de empresas cotadas na Bolsa de valores no segmento de accionistas de 4 para 10.

Explicação

Em 2017, a Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) admitiu duas empresas, a MATAMA e a ZERO, totalizando 6 empresas inscritas. Matama e Zero juntam-se a CDM, CMH, EMOSE E CETA. Quando Filipe Nyusi tomou posse, apenas quatro empresas estavam cotadas na BVM.

Autor da Verificação: